Ateneu Comercial de Lisboa

Fonte: Jogo do Pau Português
Logo Ateneu Comercial Lisboa.jpg

Sobre

  • Escola: Ateneu Comercial de Lisboa
  • Morada: Rua das Portas de Santo Antão, nº110, 1150-269 Lisboa
  • Instituição colectiva: Ateneu Comercial de Lisboa
  • Região: Lisboa
  • Último Responsável: Mestre Manuel Monteiro
  • Estado: Inactiva


O Ateneu Comercial de Lisboa fundado por um grupo de empregados do comércio em 10 de junho de 1880 (data da comemoração do tricentenário da morte de Luís de Camões), sempre manteve viva a tradição do Jogo do Pau Português por mais de um século, encerrando as suas portas em 2012, após a sua insolvência. Foram muitos os mestres que fizeram escola neste local

Cronologia do jogo do pau português no Ateneu

  • 1880 - Associação fundada por empregados do comércio de Lisboa
  • 1929 - Mestre Domingos Miguel torna-se mestre responsável
  • 1995 - Homenagem a Mestre Ferreira (80º aniversário) com a presença do General Ramalho Eanes
  • 2012 - Encerramento, depois de ter entrado em insolvência

Mestres que coordenaram o ensino neste espaço

Por ordem cronológica:

Publicações onde é citado

« Cabeceiras de Basto acolheu, em 29 de Maio o Encontro Nacional de Jogo de Pau. (...)

Para além da Associação promotora, os grupos que participaram neste encontro foram a Associação de Jogos Tradicionais da Guarda, Ateneu Comercial de Lisboa, Casa do Povo do Espinheiro, Centro Cultural de Cepães (Fafe), Ginásio Clube Português e Sociedade de Recreio Cepanense. »
Jornal «Ecos de Basto» de 30 maio de 1993 (ver mais)

« O Ateneu Comercial de Lisboa (na Rua das Portas de Santo Antão, 110), terá sido a segunda colectividade a garantir classes: o primeiro mestre foi João Capristano, tendo-lhe sucedido Izidoro Correia Gomes (discipulo de Salréu, Manuel Cid e Alfredo Vieira) - durante seis anos - seguindo-se os Mestres Jorge de Sousa (doze anos), António Lapa, Frederico Hopffer (pai). Domingos Miguel (inicialmente mestre na Cova da Piedade), Antonio Nunes Caçador e, desde ha 25 anos, mestre Pedro Rodrigues Ferreira, de par com os mestres Elias Gamero e Abel Couto.

Outras associações, como a Escola Academica (em Santa Apolonia). aonde Artur dos Santos, em simultâneo com o Ginasio Clube, manteve escola por 25 anos, e mais tarde o Lisboa Ginásio Clube (Rua dos Anjos, 63), que teve como primeiro mestre António Lapa, e por morte deste, em 1932, Domingos Miguel; a prática veio a desactivar-se, muito embora nos Saraus do clube o Jogo do Pau se tenha representado, com Inácio Guedes, Cipriano Ferreira da Silva e Antonio Nunes Caçador. Registou-se ainda a prática na Sociedade de Geografia de Lisboa, com Claudio de Oliveira; no Grupo Desportivo dos Tabacos, com Antonio Nunes Caçador, e mais recentemente na FNAT, com Júlio Hopffer.

(...)

A outra escola (Cova de Piedade) teve como mestre Domingos Miguel, também aluno inicialmente de Domingos Varejão, do mestre Salrèu e do "95"; a partir de 1929, tornou-se mestre do Ateneu Comercial de Lisboa, e simultaneamente, do Lisboa Ginásio Clube. »
Artigo «O Jogo do Pau em Portugal: processos de mudança, Universidade Nova de Lisboa» 1990 (ver mais)

« Ficamos ainda a conhecer o Jogo do Pau de Lisboa, onde o primeiro Ginásio a ter esta modalidade pertencia ao Rei D. Luis e chamava-se Real Ginásio. Este foi construido para a educação dos filhos do Rei e é hoje o tão conhecido Ginásio Clube Português. Mais tarde passou a ser ensinado também no Atneu Comercial. Nessa altura, os praticantes de outras esgrimas como o sabre e o florete observaram o Jogo do Pau e aderiram, fazendo, no entanto, certas adaptações das suas esgrimas ao Jogo do Pau, que agora se apresentava muito mais completo que o Nortenho. »
Revista «Bushido» de 1989 (ver mais)

« O Rei D. Carlos introduziu o jogo no Real Ginásio (actual Ginásio Clube Português) para educar os seus filhos; depois foi praticado em quintais de Lisboa e noutras colectividades; presentemente, na zona da capital, joga-se no Ginásio Clube Português (a escola funciona no Liceu Pedro Nunes), no Ateneu Comercial de Lisboa e nalguns clubes recreativos. »
Artigo em «DN Magazine» nº 78 de março 1988 (ver mais)

« O Ateneu Clube de Lisboa organizou o 1º. Torneio de Jogo do Pau a nivel competitivo.

Tratou-se de uma iniciativa digna dos maiores encómios. Visto constituir um «empurrão» numa modalidade tradicional que não deve ser só de exibição.

Compareceram jogadores do Ateneu Clube de Lisboa, do Ginásio Clube Português, Fuzileiros, do Clube Recreativo Piedense e da Escola de Carlos Xula.

Mário Leça, o jovem representante do Clube Recreativo Piedense, foi o brilhante vencedor, ficando para a história da modalidade.

Agora, daqui para a frente, seria do maior interesse a organização de campeonatos regionais para lançar definitivamente esta modalidade genuinamente portuguesa. »
Jornal de Almada de 28 de junho de 1985 (ver mais)

« (...) Em Lisboa há duas escolas: a do GCP (Pedro Ferreira) e a do Ateneu. No entanto, continua a ser o Norte o sítio onde o Jogo do Pau tem maior número de «escolas» e praticantes. Fafe, Montalegre, Cabeceiras de Basto possuem escolas a funcionar em pleno. No Sul, e para além de Lisboa, há escolas na Moita e em Palmela. »
Artigo em «Gazeta dos Desportos» de 1984 (ver mais)

« Temos o exemplo típico do mestre Domingos Miguel que quase com 80 anos dava aulas no Ateneu e jogava com os seus alunos, de novo o Mestre Hopffer: «É praticado sem qualquer protecção especial, como sucede e é indispensável em outras esgrimas, e por isso aconselha aos jogadores mais prudência e generosidade para com adversários inferiores». O Ateneu Comercial de Lisboa é uma escola de Jogo do Pau com largas tradições. Por cá passaram grandes mestres como DOMINGUES MIGUEL, ANTÓNIO CAÇADOR e PEDRO FERREIRA, que actualmente dirige o ensino. Em tempos eram famosos os saraus e demonstrações organizados pelo Ateneu, que pretendemos fazer reviver.

É justo citar o grande contributo dado pelos Hopffer, entusiastas desta modalidade, que criaram um estilo característico, introduzido no Ateneu pelo Mestre Pedro Ferreira. »
Artigo no «Jornal do Ateneu Comercial de Lisboa» de 1975 (ver mais)

« Em 1898, o Ginásio Clube Português iniciou o ensino em ginásios. Seguiu-se o Ateneu Comercial de Lisboa e, mais tarde, o Lisboa Ginásio Clube. Todavia, esta agremiação por pouco tempo o protegeu. Presentemente, deve-se aos dois primeiros clubes o não ter morrido esta modalidade portuguesa em Lisboa (...) »
Artigo em JP, de Set/Out. 1974 por Mestre Armando Sacadura : O Jogo do Pau - O que se sabe acer<ca desta luta tipica portuguesa (ler a notícia)

« (...) Caçador principiou a jogar o pau em 1922 no Ateneu Comercial e o seu primeiro mestre foi Jorge de Sousa que, nos grandes tempos da esgrima lusitana, tinha sido discípulo do abalizado mestre Frederico Hopffer
Artigo do jornal «Novidades» por Sebastião Duarte da Mota Cerveira, em “Jogo do pau (Esgrima Nacional)” António Nunes Caçador, 1963, p.26 ([Livro: Jogo do Pau: esgrima nacional|sobre o livro])

« Alguns jogadores foram celebridades há três décadas. Deles, o mais conhecido e hábil, é o mestre António Nunes Caçador, que hoje dá aulas no Ateneu Comercial de Lisboa, onde se iniciou em 1922, sendo uma das maiores autoridades no assunto. Apenas meia dúzia de entusiastas ainda se dedicam à modalidade. »
Artigo em revista FLAMA de 1968 : Dois homens… à paulada? ...SIM, mas desportivamente. É o Jogo do Pau (ver mais)

« Foi com o objectivo de manter umas das tradições mais antigas da região, que é o Jogo do Pau, que se realizou o I Festival Nacional de Jogo do Pau. Uma iniciativa inserida nas festas do concelho, e que contou com a organização do Centro Cultural e Recreativo da Juventude de Cepães.

Com a participação das equipas, Clube Brejos Faria e Clube Recreativo Sport Chinquilho Arroteense, da Moita, o Clube Recreativo e Instrução e Escola E.B.1 de Colos, de Odemira, o Ateneu Comercial de Lisboa, a Escola de Bucos Cabeceiras de Basto e ainda a equipa organizadora.

Ficou patente que o Jogo do Pau, é uma tradição que se preserva, não so nesta nesta região, mas por todo o país.

E foi com agrado que uma larga centena de pessoas, viu durante cerca de três horas, a actuação destas equipas. O que demonstra o grande interesse por esta modalidade, que se tem preservado ao longo dos anos. Esperando ainda que esse interesse seja posto em prática, levando a que as pessoas pratiquem um dos jogos mais antigos, e mais enraizados na cultura da região. »
Artigo "I Festival Nacional de Jogo do Pau" (ver mais)

« Grandiosa Tarde de Jogo de Pau e Baile

Que se realiza no Domingo, 17 de Julho de 1960 - As 18 horas,
BREJOEIRA no recinto do Sr. Tomé (junto à estrada da Moita a Palmela)
(...)

Domingos Miguel
O grande mestre do Ateneu Comercial de Lisboa, que se fará acompanhar dos mais valentes jogadores desta colectividade
António N. Caçador, Elias Gameiro e Pedro Ferreira »
Folheto de divulgação de uma Grandiosa Tarde de Jogo de Pau e Baile 1960 (ver mais)

« Com a morte ou afastamento voluntário dos mestres do jogo do pau que davam as suas lições nos quintais, estas escolas iam acabando gradualmente, e a formosa esgrima lusitana era integrada no programa de colectividades desportivas a primeira das quais foi o prestigioso Ginásio Clube Português, (...) seguiu-se Lisboa Ginásio Clube (...) e também o Ateneu Comercial de Lisboa onde no ensino do jogo do pau se salientaram Jorge de Sousa discípulo de Frederico Hopffer, Domingos Miguel e António Caçador. »
Artigo em «O Século Ilustrado» de 1952 (ler a notícia)

Galeria de imagens

Vídeos

2006 - Campeonato do Mundo de Karate Shukokai

Jogo um para três na Campeonato do Mundo de Karate Shukokai em Coimbra 2006

2006 - Campeonato do Mundo de Karate Shukokai

Jogo da Cadeira na Campeonato do Mundo de Karate Shukokai em Coimbra 2006

2006 - Campeonato do Mundo de Karate Shukokai

Demonstração do Jogo do Pau no Campeonato do Mundo de Karate Shukokai em Coimbra 2006

1998 - Festival Nacional de Escolas de Jogo do Pau em Portimão
Demonstração conjunta com a Escola de Brejos Faria (Moita), com Mestre Elias Gamero, Mestre Abel Couto, Mestre Manuel Monteiro e Mestre Paulo Brinca (Moita) com os jogadores: Valter Abrantes, Rafael Marques, Sandra Brinca, João Paulo, Hugo Miguel, Marco Miguel, Marco Filipe, Ana Paula, Suzel, Mário, Quim, João, Pedro, Santos e José.
1995 - Homenagem a Mestre Ferreira (80º aniversário)
General Ramalho Eanes na festa de homenagem a Mestre Ferreira no seu 80º aniversário

Ver também

Links externos